Uma hora ou outra resgato alguns álbuns que, infelizmente, não dei a devida atenção na época do lançamento. Um desses “ignorados” foi simplesmente um dos melhores trabalhos de 2017 (se não for o melhor): DAMN. de Kendrick Lamar.

 

Como o próprio título deixa claro, Lamar vai direto ao assunto durante as impactantes e honestas 14 faixas, nomeadas pelo tema principal que as guia. Difícil não adivinhar do que LUST., LOVE. ou GOD. se trata.

 

Uma objetividade que é o cerne da identidade deste trabalho, com letras que falam sobre o rap, o rapper e questões contemporâneas, resultando em obras-primas como DNA., a viciante HUMBLE. e as melódicas ELEMENT. e LOYALTY., esta última, traz a participação de Rihanna (U2 aparece em XXX.). Os impressionantes clipes só intensificam a força destas músicas.

 

DAMN. só comprova o excelente momento que o hip-hop norte-americano está vivendo, além de Lamar, recentemente o gênero vem cultivando álbuns super elogiados pela crítica vindos de Beyoncé, JAY-Z, Cardi B e por aí vai, mostrando que o estilo voltou de vez às raízes e ostenta uma visão crítica do mundo exterior e interior do ser humano em vez de riquezas materiais.

 

Tracklist:

 

01. BLOOD.
02. DNA.
03. YAH.
04. ELEMENT.
05. FEEL.
06. LOYALTY. (feat. Rihanna)
07. PRIDE.
08. HUMBLE.
09. LUST.
10. LOVE.
11. XXX. (feat. U2)
12. FEAR.
13. GOD.
14. DUCKWORTH.

 

 


Para quem não consegue se desprender do passado e mesmo assim está afim de ouvir coisas novas, Greta Van Fleet é uma ótima pedida.

 

Na primeira vez que ouvi o single Highway Tune pensei: “Caralho! Led Zeppelin lançou música nova? Nunca tinha ouvida essa”. Sim, eu também gosto de xingar em pensamento. Não, a lendária banda de Robert Plant não voltou… aliás o cantor está muito bem em sua carreira solo.

 

Formada pelos irmãos Kiszka e o amigo Danny Wagner, esta banda de “pirralhos” pode não encantar por sua originalidade – a voz de Josh e o som remetem demais ao Led Zeppelin -, mas honram com muito talento e esforço suas influências. Principalmente tratando-se de um álbum de estréia.

 

From The Fires traz oito poderosas canções que parecem ter saído de uma banda veterana, tamanha a qualidade das melodias e os detalhes que sempre fazem a diferença. Destaque para as porradeiras Safari Song e Highway Tune, a country Flower Power e as incríveis Edge Of DarknessBlack Smoke Rising. Tomara que nos próximos projetos, eles consigam estabelecer um brilho próprio em vez de ficar nas sombras de seus ídolos.

 

Tracklist:

 

01. Safari Song
02. Edge Of Darkness
03. Flower Power
04. A Change Is Gonna Come
05. Highway Tune
06. Meet On The Ledge
07. Talk On The Street
08. Black Smoke Rising