Três anos se passaram deste o lançamento do satisfatório Songs of Innocence até a conclusão do projeto “Songs” com Songs of Experience que, comparado ao antecessor, traz uma pegada ainda mais intimista. Inevitavelmente, a U2 se sai melhor quando investe em músicas melódicas, grande marca da banda, em vez de apostar na agressividade do som.

 

Produzido por um time numeroso de produtores, entre os mais presentes, Jacknife LeeRyan Tedder (vocalista da OneRepublic), o álbum começa com o pé esquerdo tendo Love Is All We Have Left como música de abertura. Embora tenha uma linda melodia de teclado, não foi uma boa escolha para abrir os trabalhos. A conversa vai ficando séria com Lights Of Home, campeã de “refrão chiclete do álbum”, e daqui adiante é um hit atrás do outro.

 

 

Uma de minhas favoritas, You’re The Best Thing About Me é uma clássico nato da banda. Larry Mullen Jr. simplesmente destrói na batera. Com uma batida viciante de sintetizador, Get Out Of Your Own Way é outra pérola, sendo praticamente impossível não cantarolar enquanto a ouve. Tem até uma participação discreta de  Kendrick Lamar que ganha voz mesmo na introdução de American Soul. Um dos poucos momentos agressivos de Songs of Experience, e também um dos pontos altos. A guitarra suja de The Edge faz toda a diferença, contrastando com seu harmonioso timbre, que domina o trabalho e dá o tom para iniciar Summer Of Love, a qual é logo dominada pelo baixista Adam Clayton.

 

Red Flag DayThe Showman (Little More Better) são duas belas surpresas. A primeira traz um bem-vindo funk combinado com o típico britpop da U2. A segunda saiu diretamente dos anos 60, o som descompromissado e pra cima garante a diversão de qualquer festa. Voltando para o sentimentalismo, The Little Things That Give You Away é o tipo de música que pode não agradar de primeira, mas cresce com o tempo. Sempre é bom ouvir as lições de vida de um cara vivido como Bono.

 

 

Landlady tem uma história bonita, porém só empolga quando está acabando. Um dos vários singlesThe Blackout é um viciante hino que traz ares de MuseLove Is Bigger Than Anything In Its Way – a banda não economizou em nomes longos – encanta de uma forma estranha, mas encanta. O efeito após o refrão é uma sacada de mestre. Responsável por apagar a luz, 13 (There Is a Light) é aquela que vai na alma, depois de já ter conquistado o coração. Uma escolha perfeita para encerrar essa fantástica coleção de Songs of Experiente que só uma banda com mais de 40 anos pode entregar.

 

Tracklist:

 

01. Love Is All We Have Left
02. Lights Of Home
03. You’re The Best Thing About Me
04. Get Out Of Your Own Way
05. American Soul
06. Summer Of love
07. Red Flag Day
08. The Showman (Little More Better)
09. The Little Things That Give You Away
10. Landlady
11. The Blackout
12. Love Is Bigger Than Anything In Its Way
13. 13 (There Is a Light)

 

 

Clipe: