Após um ótimo recomeço com o álbum Firebirth, a banda suiça Gotthard deu uma derrapada em Bang!, deixando incerto a qualidade dos futuros trabalhos. Será que a criatividade tinha acabado junto com a morte do vocalista Steve Lee?

 

O começo de Silver, 12º álbum inédito, é competente em trazer um hard rock empolgante, porém burocrático. Stay With Me e Beautiful estão dentro da zona de conforto, porém, felizmente, o resto do álbum o faz crescer de uma maneira excepcional.

 

Este é o disco mais encorpado desta nova formação, com o vocalista Nic Maeder melhor do que nunca. Gotthard bota pra quebrar com as animadas Tequila Symphony No. 5, My Oh My e Blame On Me, enquanto dá uma aula de como fazer baladas inesquecíveis com Reason For This, Not Fooling Anyone e, a música que eu queria ter escrito, Miss Me. Esta última, uma balada cheia de sentimento que faz até o mais desafinado cantor(a) se arriscar, pois é impossível ficar sem cantá-la.

 

Gotthard lança um disco que, ao contrário do título, merecia ser ouro.

 

 

Tracklist:

 

01. Silver River
02. Electrified
03. Stay With Me
04. Beautiful
05. Everything Inside
06. Reason For This
07. Not Fooling Anyone
08. Miss Me
09. Tequila Symphony No. 5
10. Why
11. Only Love Is Real
12. My Oh My
13. Blame On Me

 

 


Direto da Islândia, Kaleo foi uma banda difícil de achar. Pode parecer que vivo isolado das novidades, o que não é verdade. Sempre estou atento a novos sons, o complicado às vezes é ligar o criminoso ao crime.

 

Ouvia direto a sensual Hot Blood na rádio, e ficava louco para saber o nome da banda, nem desconfiava que era a mesma de Way Down We Go. Sucesso que ficou ainda mais famoso com o segundo trailer de Logan.

 

Músicas que estão no imperdível álbum A/B, segundo trabaho inédito do quarteto. Uma bem-vinda mistura de rock, de rockabilly a alternativo, com blues e country. Kaleo se destaca por ritmos marcantes e letras profundas, que ganham impacto com a sonora voz de JJ Julius Son. Tente ouvir a gospel Broken Bones ou No Good e não se arrepiar.

 

Antes tarde do que nunca, descobrir esses islandeses foi uma das melhores coisas que, até agora, fiz este ano. Não poderia ficar sem ouvir Vor í Vaglaskógi, linda faixa cantada na língua local. Não perca tempo, e descubra eles você também.

 

Tracklist:

 

01. No Good
02. Way Down We Go
03. Broken Bones
04. Glass House
05. Hot Blood
06. All The Pretty Girls
07. Automobile
08. Vor í Vaglaskógi
09. Save Yourself
10. I Can’t Go On Without You