A escocesa Amy Macdonald, responsável por hits como This Is The Life e Slow It Down, retorna aos trabalhos após cincos anos deste seu último álbum Life In a Beautiful Light.

 

Under Stars é o seu quarto disco inédito, e contém o bom velho folk rock que a consagrou. Com sua inconfundível voz (o sotaque escocês tem o seu charme), Macdonald mostra que não perdeu o jeito para compor músicas leves e empolgantes, sendo uma perfeita trilha sonora de uma viagem.

 

Dream On, primeiro single, acerta no refrão pegajoso, enquanto a faixa-título aposta no sentimentalismo. Embora o trabalho como um todo não dita uma evolução na carreira da cantora, continua sendo uma ótima pedida para quem gosta do estilo. Automatic e Feed My Fire completam o time de destaques, contando ainda com a melódica Down By The Water, que traz um final marcante graças ao belo coral.

 

Um bom retorno para uma estrela que brilha cada vez mais forte.

 

Tracklist:

 

01. Dream On
02. Under Stars
03. Automatic
04. Down By The Water
05. Leap Of Faith
06. Never Too Late
07. The Rise & Fall
08. Feed My Fire
09. The Contender
10. Prepare To Fall
11. From The Ashes

 

 


Ando negligente com a música brasileira, não ouço com tanta frequência como ouvia tempos atrás. Porém, sempre que tenho oportunidade, ou quando essa oportunidade é relacionada com um artista que gosto, direciono minha atenção novamente para a nossa música.

 

Desta vez, foi Nando Reis que me resgatou com o seu recente álbum Jardim e Pomar. Gravado em diferentes locações, principalmente São Paulo e Seattle, e contando com dois produtores, Jack EndinoBarrett Martin, o novo trabalho de Nando é uma rica experiência sonora.

 

Nem preciso escrever sobre a voz suave e gostosa de Nando, que canta sua visão de vida para quem quiser ouvir. Tem dedicatórias para a sua mulher como na emocionante Só Posso Dizer (a versão de Seattle é fantástica), a união de velhos amigos em Azul De Presunto – que traz participações de alguns Titãs, entre eles, Arnaldo Antunes, Paulo Miklos, Branco Mello e Sérgio Britto – e várias composições inspiradas como Infinito OitoInimitável.

 

Passando pelo rock, funk, R&B e MPB, Nando Reis lança, de forma independente, um dos melhores álbuns do ano, e quando escrevo isso, não estou só considerando dentro do Brasil.

 

Tracklist:

 

01. Infinito Oito
02. Deus Meu
03. Inimitável
04. 4 De Março
05. Só Posso Dizer (São Paulo)
06. Concórdia
07. Azul De Presunto
08. Lobo Preso Em Renda
09. Pra Onde Foi?
10. Como Somos
11. Água Viva
12. Pra Musa
13. Só Posso Dizer (Seattle)