hereMergulhado na soul music, o recente álbum de Alicia Keys é uma jornada pela música negra e um manifesto de uma artista e mulher. Não é a toa que o disco chama-se Here, um lugar para ela compartilhar com os ouvintes a sua arte nascida das ruas.

 

Composto por 16 faixas, intercalando diálogos com amigos, o que traz uma intimidade peculiar, o álbum é rico em sua musicalidade – Keys esbanja talento no piano em She Don’t Really Care_1 Luv – e tem presença através da performance de Alicia atrás do microfone.

 

Cada vertente da música negra está bem representada aqui, como o rap em The Gospel, o blues na acústica Kill Your Mama e até o pop dá as caras na bela e viciante Blended Family (What You Do For Love). Para fechar com chave de ouro, Holy War é uma canção emocionalmente reflexiva que necessita ser escutada, principalmente em tempos que a humanidade está tão dividida. Uma música memorável vinda de um trabalho memorável.

 

Tracklist:

 

01. The Beginning (Interlude)
02. The Gospel
03. Pawn It All
40. Elaine Brown (Interlude)
05. Kill Your Mama
06. She Don’t Really Care_1 Luv
07. Elevate (Interlude)
08. Illusion Of Bliss
09. Blended Family (What You Do For Love) ft. A$AP Rocky
10. Work On It
11. Cocoa Butter (Cross & Pic Interlude)
12. Girl Can’t Be Herself
13. You Glow (Interlude)
14. More Than We Know
15. Where Do We Begin Now
16. Holy War

 

05-foda

 


Quando o primei24kro clipe do single 24K Magic saiu, confesso que virei a cara quase quebrando o pescoço. No melhor estilo R&B ostentação, Bruno Mars aproveitou a onda do sucesso estrondoso de Uptown Funk! de Mark Ronson (que adoro) para lançar uma irmã sem originalidade e infantil.

 

Felizmente o restante do trabalho, de mesmo título do single, fica longe da mesmice graças a uma perfeita união do R&B com o pop que Mars entende como ninguém. Focado em apenas 9 faixas, o “cafetão” entrega uma experiência sonora cheia de vida e funk.

 

É uma escolha acertada para agitar qualquer festa, com as contagiantes ChunkyPerm garantindo a diversão, a segunda deixaria James Brown orgulhoso. Embora as letras devam um pouco, Mars não decepciona nas baladas, incluindo as excelentes Versace On The FloorToo Good To Say Goodbye.

 

Depois de um susto inicial, Bruno Mars continua no topo da música pop com 24K Magic, levando sua carreira, musicalmente, para outro nível.

 

Tracklist:

 

01. 24K Magic
02. Chunky
03. Perm
04. That’s What I Like
05. Versace On The Floor
06. Straight Up & Down
07. Calling All My Lovelies
08. Finesse
09. Too Good To Say Goodbye

 

04-otimo

 


heavyIronicamente conhecido por músicas românticas, o cantor inglês Robbie Williams é responsável pelo espetáculo pop The Heavy Entertainment Show, um álbum feito para não deixar ninguém parado.

 

A faixa-título abre os trabalhos convidando o ouvinte a se deliciar com o melhor da música pop atualmente. Party Like A Russian é divertida com seus clichês russos, Mixed Signals é puro The Killers (não tinha como ser diferente, pois a banda a compôs), Bruce Lee traz um Q de David Bowie da fase disco musicPretty Woman tem a marca registrada de Ed Sheeran, que também participou da produção.

 

Pelas faixas citadas, fica óbvio que Williams buscou inspiração em sons já conhecidos do público. Pode pecar pela originalidade, como na clichê Love My Life, mas o cantor entrega uma épica homenagem ao estilo que o consagrou. Aliás, um álbum que tem a fodástica Motherfucker é merecedor de aplausos.

 

Tracklist:

 

1. The Heavy Entertainment Show
2. Party Like A Russian
3. Mixed Signals
4. Love My Life
5. Motherfucker
6. Bruce Lee
7. Sensitive
8. David’s Song
9. Pretty Woman
10. Hotel Crazy
11. Sensational

 

04-otimo