This House Is Not For Sale, décimo terceiro álbum da banda Bon Jovi, é o resultado de três anos turbulentos na vida profissional e pessoal do vocalista Jon Bon Jovi, segundo o mesmo não cansa de repetir nas entrevistas. Contudo, coloco mais alguns anos nessa conta, principalmente após o álbum The Circle, pois a banda entrou em um marasmo criativo e lançou dois trabalhos esquecíveis, embora o sucesso nas vendas compensasse o fracasso artístico. Felizmente, esse período nebuloso trouxe um bom fruto, quero dizer, uma casa que apesar de problemas na estrutura, ainda está de pé e imponente.

 

thinfs4

 

Os primeiros singles abaixaram um pouco a expectativa, mostrando um começo bem burocrático. A faixa-título é um mix de vários hits da banda, a música Have A Nice Day pode ser facilmente identificada no riff. Depois veio Knockout que, mesmo com uma sonoridade empolgante e um refrão pegajoso, vai ao chão com uma letra entregue a frases genéricas. Um contraste enorme com o restante do álbum, que apresenta músicas honestas e cheias de significado.

 

Jon Bon Jovi não escrevia letras tão sinceras e profundas deste seu álbum solo Destination Anywhere. Living With The Ghost, God Bless This Mess e Reunion são de autoria do cantor (no restante ele divide o crédito com outros compositores como Billy Falcon). Ghost é sobre a pancada que foi a saída do guitarrista Richie Sambora da banda, enquanto God Bless mostra um Jon aberto as suas fraquezas, como a queda drástica no alcance da voz, por exemplo. A última é um country para embalar esse road movie que é a vida, e quem sabe uma previsão de um futuro reencontro. .

 

Só é triste que a produção de Jon e Shanks (responsável pela gravação da guitarra na maioria das faixas, enquanto Phil X participa de algumas) diminui a pegada das músicas. O chiado sonoro, uma das maiores críticas do antecessor What About Now, está presente em diversos momentos, sendo impossível distinguir um instrumento do outro. É um esforço muito grande para manter-se mais pop do que rock. Ainda bem que o pop neste caso funciona bastante.

 

thinfs2

 

Labor Of Love é um cover de Wicked Game, disfarçada de música nova. Uma típica balada que só Bon Jovi consegue fazer, porém tem uma linha de guitarra morna. Diferente de Scars On This Guitar, uma emocionante e inspirada declaração de amor ao violão, ou qualquer instrumento que é meio para o músico expressar sentimentos e expulsar demônios. Uma balada country de tirar o chapéu.

 

A saída de Sambora não é muito sentida em relação à guitarra, pois a banda decidi ofuscar o instrumento em prol do conjunto, deixando até mais espaço para o tecladista David Bryan criar harmonias lindas como em Come On Up To Our House, faixa que encerra o disco e deixa um gostinho de quero mais. Esse “mais” que pode ser preenchido com as sempre bem-vindas músicas extras.

 

Ellen DeGeneres

 

Fã roqueiro, não se preocupe, ainda há rock na Bon Jovi. Tudo bem que a pop dance Born Again Tomorrow não é o melhor exemplo para demonstrar isso, mas a música traz um solo agressivo de Phil X, melhorando esse já viciante hit que tem um refrão resgatado dos anos 80. O exemplo perfeito é The Devil’s In The Temple, uma porrada seca para arrebentar tudo. Guitarra limpa, Tico Torres soltando a mão na bateria (sem parecer uma batida eletrônica) e Jon dando o máximo de si no final, em uma faixa que critica a ganância na indústria musical. Digna de ouvir no último volume.

 

New Year’s Day tem uma história muito bonita por trás, sobre como os integrantes foram a descobrindo no estúdio, porém a música não diz a que veio durante seus quatro minutos, e de quebra conta com a tentativa irritante de Shanks emular o Edge do U2. Nem dá para acreditar que essa faixa vem depois de Roller Coaster, essa sim, espetacular. Música para ouvir no mínimo infinitas vezes, até sentir um leve enjoo da brincadeira.

 

thinfs1

 

Não nego que This House Is Not For Sale tem seus deslizes quando analisado individualmente, mas como um todo, é um trabalho consistente que mostra uma banda renovada, disposta e, o mais importante, com algo a dizer. Um recomeço enérgico que esses coroas de New Jersey merecem, e isso não tem preço.

 

Tracklist:

 

01. This House Is Not For Sale
02. Living With The Ghost
03. Knockout
04. Labor Of Love
05. Born Again Tomorrow
06. Roller Coaster
07. New Year’s Day
08. The Devil’s In The Temple
09. Scars On This Guitar
10. God Bless This Mess
11. Reunion
12. Come On Up To Our House

 

04-otimo