Há álbuns que são de fácil assimilação, outros que soam o mais do mesmo, porém são poucos capazes de entregar uma experiência auditiva tão ambiciosa como Blackstar, último trabalho de David Bowie antes de falecer.

 

Composto por sete músicas e tendo como base sonora o jazz, o britânico propõe um verdadeiro caos musical, mas que nunca se perde diante sua brilhante execução. A primeira faixa que dá nome ao álbum (na verdade ele é representado apenas pela estrela negra) é uma viagem a mente insana do músico, que além da influência do jazz graças ao saxofonista Donny McCaslin – responsável por solos inspirados -, também traz uma pegada eletrônica e, claro, do rock que pode ser conferido com mais presença em Sue (Or In A Season Of Crime).

 

Nada é previsível. Quando se está acostumando com alguma melodia é logo surpreendido por uma sútil ou notável mudança, tudo em prol do anti-pop. Difícil não ficar encantado com uma faixa como a sombria Lazarus, por exemplo. Ouvir Blackstar é como estar em um prazeroso transe em um universo totalmente desconhecido que quanto mais você conhece, mas quer desvendá-lo.

 

Tracklist:

 

01. Blackstar
02. ‘Tis A Pity She Was A Whore
03. Lazarus
04. Sue (Or In A Season Of Crime)
05. Girl Loves Me
06. Dollar Days
07. I Can’t Give Everything Away

 

05-foda

 


KingsUma porrada metaleira contra o sistema que dá poder à “reis” corruptos, enquanto estes destroem a vida de seus súditos. Esta a temática que guia o novo trabalho da banda de heavy metal Anthrax.

 

Com onze faixas que, apesar de umas destacarem-se mais do que outras, mostram a banda em grande forma tanto instrumentalmente – investindo em um som mais progressista – quanto na composição das letras. You Gotta Believe já chega chutando com força a porta de sua mente com um refrão grudento e empolgante. Breathing Lightning é outra canção épica que consegue fugir da mesmice do estilo que não está tão presente neste novo álbum.

 

Evil Twin foi a primeira música que ouvi e me comprou para conferir o resto do trabalho, sendo antes e depois da audição completa minha favorita, uma síntese deste bom lançamento da banda que, embora não venha tornar-se um clássico, com certeza deixará muitos roqueiros satisfeitos.

 

Tracklist:

 

01. You Gotta Believe
02. Monster At The End
03. For All Kings
04. Breathing Lightning
05. Suzerain
06. Evil Twin
07. Blood Eagle Wings
08. Defend/Avenge
09. All Of Them Thieves
10. This Battle Chose Us
11. Zero Tolerance

 

03-bom