Continuando minha busca por novos artistas (leia meus últimos achados em Novos Horizontes), me deparo com dois músicos dignos de serem representantes da soul music. O primeiro é o irlandês Andrew Hozier-Byrne, nome artístico: Hozier. Em 2014 lançou seu álbum de estreia que já lhe proporcionou sucesso mundial.

 

Sucesso que deve bastante pelos dois singles Take Me To Church e Someone New, figurinhas marcadas nas rádios. Duas músicas que, além de serem viciantes (mesmo com a melodia “down” da primeira), mostram o porquê de Hozier merecer sua atenção. Voz grave marcante (com um sotaque complicado de entender) e um cuidado na produção do álbum típica do estilo, pois aqui está o prazer de poder acompanhar cada diferente tipo de som. Guitarra e violão fazem uma tremenda diferença, sem falar dos coros graves vindos da gospel music. Outras faixas que merecem destaque são: a empolgante Angel Of Small Death And The Codeine Scene, To Be Alone e a acústica In a Week que conta com a participação de Karen Cowley. Definitivamente um álbum para ouvir e relaxar corpo e alma.

 

Tracklist:

 

01. Take Me To Church
02. Angel Of Small Death And The Codeine Scene
03. Jackie And Wilson
04. Someone New
05. To Be Alone
06. From Eden
07. In A Week (feat. Karen Cowley)
08. Sedated
09. Work Song
10. Like Real People Do
11. It Will Come Back
12. Foreigner’s God
13. Cherry Wine
14. In The Woods Somewhere
15. Run
16. Arsonist’s Lullaby
17. My Love Will Never Die

 

04-otimo

 


 O segundo músico é o britânico James Bay. Além de investir também no soul, Bay apresenta um som mais “animado” com bastante pegada no indie rock, sem deixar o folk de lado. Sensação britânica já no primeiro álbum de estúdio, Chaos And The Calm, o músico de voz suave e guitarra que parece cantar por si mesma, compõe hits como Hold Back The River e Let It Go sem precisar vender-se para os artifícios da indústria fonográfica e ser apenas mais um artista pop de uma música só.

 

O álbum inicia com a contagiante Craving, ótima faixa para começar bem qualquer dia e sentir-se determinado na busca de seus objetivos. Para não deixar cair o pique ainda há Best Fake Smile e Collide que com certeza fará qualquer um sair dançando rua afora, ou na segurança do lar como preferir. Para os românticos, recomendo a bela balada If You Ever Want To Be In Love com um piano pra lá de inspirado. Obrigado Inglaterra, você dificilmente me decepciona.

 

Tracklist:

 

01. Craving
02. Hold Back The River
03. Let It Go
04. If You Ever Want To Be In Love
05. Best Fake Smile
06. When We Were On Fire
07. Move Together
08. Scars
09. Collide
10. Get Out While You Can
11. Need The Sun To Break
12. Incomplete

 

04-otimo

 


Bom, o terceiro álbum, apesar de ser de uma banda já famosa, foi uma descoberta para mim. Com o sucesso alcançado no primeiro álbum, a banda de Las Vegas Imagine Dragons prova que ainda tem fôlego em Smoke + Mirrors. Sim, é um mais do mesmo do que foi apresentado no antecessor: um pop eletrônico inspirado em bandas como Coldplay e The Killers. O diferencial da banda é a forte identidade que têm no som, algo difícil de criar-se atualmente, principalmente por causa da mesmice do estilo.

 

Os rapazes também sabem criar hits grudentos. É complicado não empolgar-se (se você é adepto ao gênero, é claro) com músicas como Shots, I Bet My Life e, principalmente, com a forte I’m So Sorry. Melhor trabalho da banda até agora, e para os roqueiros de plantão, ela com uma guitarra mais agressiva e pesada viraria fácil uma música de arena de qualquer banda de hard rock oitentista.A produção do álbum compromete o resultado final, e me faz perguntar porque há produtores que acham que quanto mais barulho, melhor. Não quero ficar ouvindo chiado eletrônico e ver a parte instrumental sendo prejudicada. Contudo, isso é um mal que virou regra no cenário atual, ainda bem que artistas como Brandon Flowers e MIKA pensam diferente. Mesmo assim, Imagine Dragons continua sendo uma boa pedida.

 

Tracklist:

 

01. Shots
02. Gold
03. Smoke And Mirrors
04. I’m So Sorry
05. I Bet My Life
06. Polaroid
07. Friction
08. It Comes Back To You
09. Dream
10. Trouble
11. Summer
12. Hopeless Opus
13. The Fall

 

03-bom