Deste We Are Young, música do filme Kick-Ass, virei um grande admirador do trabalho do britânico Michael Holbrook Penniman Jr., mais conhecido como MIKA. Embora não tenha a mesma atenção que outros artistas da indústria pop, o músico se diferencia por suas letras inusitadas, poéticas e/ou divertidas com melodias extremamente viciantes, além de um talento admirável no piano, visual imaginativo – principalmente nos clipes e shows – e o uso de falsetes que raramente ficam irritantes (diferente de Justin Hawkins, por exemplo). Neste ano, o cantor lançou seu quarto álbum de estúdio, No Place In Heaven, que traz suas composições mais intimistas e maduras, o bastante para relevar a falta de inspiração em algumas faixas.

 

 

Diferente do antecessor, The Origin Of Love, que apesar de MIKA ter abusado da música eletrônica e soado “pop” demais, tirando um pouco seu lado instrumental tão contagiante (um problema atual do Maroon 5), ainda é um álbum que contém ótimos hits. Agora, ele investe em um som mais limpo e melhor trabalhado, resgatando a produção dos primeiros álbuns. A primeira faixa, Talk About You, é uma ode aos recém apaixonados que não conseguem tirar a pessoa amada da mente. A canção já deixa claro a objetividade contida no disco que praticamente tem como principais instrumentos o violão e o piano, além de muito refrão chiclete.

 

Outro característica marcante é um som típico dos sucessos pops dos anos 60, com as palmas tão usadas pelos Beatles presente em All She Wants, uma faixa animada que fala sobre os sentimentos de uma mãe. Os back vocais femininos garantem presença. Last Party é a primeira balada e já está entre as melhores do músico, seguindo a linha crescente de voz e piano que ele se especializou em fazer, com direito a um último refrão acompanhado por violinos. A próxima, Good Guys, um dos grandes hits do álbum, é um momento de saudade dos ídolos que não voltam mais, e se pergunta aonde estão os próximos.

 

 

MIKA sempre foi um compositor preocupado em ser a voz dos desajustados, e Oh Girl You’re The Devil é a representante da vez. Contem um grave back vocal masculino que remete ao soul. Na faixa-título ele desabafa: I was a freak since seven years old/And cast away I felt the cold/Coming over me/For every love I had to hide/And every tear I ever cried/I’m down on my knees/I’m begging you please/There’s no place in heaven for someone like me. Homossexual assumido, MIKA implora para ser aceito em um lugar que insiste não querer “pessoas” como ele. Uma das canções mais pessoais da carreira.

 

Entrando na segunda metade do álbum, a falta de inspiração que comentei anteriormente começa dar as caras. As seguintes músicas passam longe de um fracasso e tem uma beleza particular, porém, depois de escutar algumas vezes, viram grandes candidatas ao esquecimento como Staring At The Sun e a balada Hurts. Contudo, ainda são melhores do que Ordinary Man e Porcelain (que está na versão Deluxe) que estão ali para encher o disco.

 

 

Essas músicas ficam tão apagadas quando entre elas tem outras como a surf-musicGood Wife, possível presença garantida nos shows. Para os brasileiros, ainda tem Rio que, usando o nome da cidade maravilhosa, é mais uma com forte pegada pessoal quando MIKA deixa claro que só quer ser feliz do jeito que ele é, nem que para isso precisa largar tudo em busca de uma nova vida: Gonna leave it all behind/Maybe I’ll be myself when I’m somebody else. A versão Deluxe ainda conta com a dançante Promiseland que tem o som remanescente do último álbum e potencial de ser um grande hit se ele souber investir nela. MIKA também compôs algumas faixas em francês que pode ser encontradas na versão francesa do álbum, destaque para Boum Boum Boum que é uma pena não ter na versão oficial.

 

No Place In Heaven tem seus tropeços (o deixando distante do excelente The Desire Effect de Brandon Flowers como melhor álbum pop do ano), mas mesmo assim consegue se levantar e revelar um MIKA consciente da sua música e da sua vida, disposto a levar a sua arte para quem quiser ouvir e assim garantir seu lugar no céu.

 

Tracklist:

 

01. Talk About You
02. All She Wants
03. Last Party
04. Good Guys
05. Oh Girl You’re The Devil
06. No Place In Heaven
07. Staring At The Sun
08. Hurts
09. Good Wife
10. Rio
11. Ordinary Man
12. Promiseland
13. Porcelain

 

03-bom

 

Clipe: