CarvaoO ilustrador e storyboarder Affonso Solano, nos apresenta em sua estréia como escritor, o mundo de Kurgala.
 
Após uma desavença, os Quatro Deuses que são Um, se fecharam em suas Casas, guardando para si segredos que nem mesmo Adapak, filho de um dos deles, sabe. O jovem espadachim de pele negra e olhos brancos, se vê obrigado a abandonar sua Casa para fugir de misteriosos assassinos. Sábio, porém inocente, ele conhece a verdadeira e surpreendente Kurgala que, diferentemente dos livros que lera quando criança, é muito perigosa.

 
Sair de sua Casa e encarar um mundo do qual se conhece somente pelos livros, é descobrir seu passado e aprender que muita coisa lida estava errada. Cada lugar visitado pelo espadachim é uma surpresa para ele e consequentemente para o leitor, que, quando percebe, já está envolvido pela obra, apesar do pouco tempo de leitura. Essas revelações que vão acontecendo conforme histórias da vida de Adapak são contadas a cada capítulo, o levam ao significado da intrigante palavra que seus perseguidores sempre dizem a ele: Ikibu.
 
SolanoCom muitas lutas, descobertas, conflitos, inocência e sabedoria, Affonso Solano criou um universo extremamente rico e criativo, com diversas criaturas, religião e cultura própria.
 
Explorando bem as descrições dos personagens e suas ações, o autor cria um ritmo envolvente e empolgante.  A leitura dinâmica prende o leitor, obrigando-o a imaginar cada centímetro de Kurgala e também a querer fazer parte desse mundo mágico. Mas um ponto negativo foi o mau desenvolvimento de uma personagem do livro, T’arish. Talvez seja proposital, para que o leitor fique com a curiosidade aguçada e que conte os dias pelo segundo volume dessa série que promete ser fantástica.
“O Espadachim de Carvão” Autor: Affonso Solano Editora: Casa da Palavra Categoria: Ficção Bom photo Bom.png