Vingadores A Marvel percebeu que aumentaria seus lucros se tivesse pleno poder de suas adaptações no cinema, não dividindo com outros estúdios os ganhos. Assim fundou a divisão Marvel Studios, conseguindo o máximo controle  das produções envolvendo os principais heróis da casa, visando a ambiciosa ideia de unir Os Vingadores. Depois de uma ótima estreia com Homem de Ferro, foram produzidos mais quatro filmes que aos poucos prepararam o terreno contando as origens de cada herói. Assim deixando o foco apenas na união da equipe e sua primeira guerra juntos. Este desafio ficou nas mãos do nerd Joss Whedon. Com uma grande experiência na TV e uma das mentes criativas dos quadrinhos da própria Marvel, a empresa acertou em cheio em sua contratação. Os Vingadores – The Avengers é um filme divertido, convincente e espetacular. Os quadrinhos nunca tiveram tão bem na sétima arte.   Vingadores2O roteiro é bem amarrado que, escrito também por Zak Penn, ao decorrer do filme vai ganhando um ritmo acelerado, concluído com um clímax visualmente fantástico. Apesar de um longo período centrado em diálogos, a química dos atores funciona tão bem que vamos curtindo cada fala sem cair no tédio, nos divertindo principalmente com as aparições de Robert Downey Jr.. Responsável pelas melhores piadas com qualquer um da super equipe. Não é a toa que foi dedicado dois filmes para Tony Stark.  Vendo graça em tudo que faz, o Loki de Tom Hiddleston está mais seguro de seus objetivos que, depois de um acordo com um misterioso alienígena, consegue um exército para dominar Manhattan e conquistar o planeta através deste feito. Colocando em questão a força de heróis tão diferentes entre si que, sozinhos, já são um problema para cada um deles. Vingadores3Felizmente o projeto não ficou dependendo desses dois personagens, dando importância para cada membro. Viúva Negra (Scarlett Johansson) e Gavião Arqueiro (Jeremy Renner) são uma bela dupla  de apoio aos mais poderosos. Thor (Chris Hemsworth) volta de Asgard para levar seu irmão de volta e fazê-lo pagar por todos os crimes. Menos pressionado, Chris Evans aparece como um verdadeiro líder interpretando o Capitão América, provando sua capacidade de comando.  A grande surpresa é o Hulk de Mark Ruffalo, arrebentando tudo e todos. O monstro verde encontra seu melhor momento de todas as adaptações neste filme. Carismático, é responsável por cenas memoráveis como a luta contra Thor ou o potente soco na cara de uma criatura gigantesca que me fez abrir um sorriso do mesmo tamanho. Hulk realmente esmaga, seja criaturas ou Deuses. Vingadores1Diálogos inspirados, conflitos entre os heróis e uma guerra contra alienígenas, fazem de Os Vingadores simplesmente um sonho nerd realizado na sétima arte. Colorido, sem preocupação com a realidade, uma crítica aos governantes de praxe, muita ação e atitudes heroicas, colocam esta obra como essencial para qualquer fã dos quadrinhos e apaixonados por heroísmo. Entre altos e baixos, a Marvel Studios fecha com Tesseract sua primeira fase no cinema. Prometendo uma segunda muito melhor. Obs: Após os créditos finais tem uma cena extra que deixará muito fã eufórico por uma continuação.  Trailer: Um clipe que fiz desta primeira fase: The Avengers
EUA , 2012 – 142 min.
Ação Direção:
Joss Whedon Roteiro:
Zak Penn, Joss Whedon Elenco:
Robert Downey Jr., Chris Evans, Mark Ruffalo, Chris Hemsworth, Scarlett Johansson, Jeremy Renner, Tom Hiddleston, Clark Gregg, Cobie Smulders, Stellan Skarsgård, Samuel L. Jackson, Gwyneth Paltrow, Paul Bettany, Alexis Denisof, Tina Benko Otimo