HP A última década do cinema foi em Hogwarts. Neste tempo, conhecemos um bruxo chamado Harry Potter. Dos livros, conseguiu a proeza de sempre ter adaptações que respeitasse os fãs e não fugisse do universo criado pela escritora J. K. Rowling. E ainda tivemos a oportunidade de observar vários diretores e suas diferentes visões para a história. O maior acerto da Warner Bros. numa franquia de sucesso estabelecido corresponde pelo nome de David Yates (responsável por Ordem da Fênix e o Enigma do Príncipe) para entregar um amadurecimento necessário no desfecho. Um fim triste, mas com uma magia que nenhum feitiço poderá fazer esquecer. Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 1 focou nos conflitos dos personagens antes de entrarem na iminente guerra contra Voldermort (Ralph Fiennes). Agora, na segunda parte, os três amigos que, por anos, tiveram ótimos atores como Daniel Radcliffe, Rupert Grint e Emma Watson, tem a missão de destruir as horcruxes restantes e suportar todas as dores que uma guerra pode trazer. Além de Harry Potter enfrentar seu último sacrifício e descobrir alguns segredos do passado. HP6As escolhas de Yates podem incomodar pessoas que estão acostumadas (ou preferem) um melodrama. Deste seu primeiro filme na franquia, o diretor deixou claro sua preferência pela simplicidade do impacto, principalmente em mortes de personagens importantes. Citando Dumbledore (Michael Gambon): “não tenha pena dos mortos, tenha pena dos vivos”, resume bem a maneira de como encara as perdas. Pessoas morrem, simples assim. E numa guerra, não há tempo de chorar os entes queridos. Desta forma o filme ganha ritmo e um tom de realismo. Uma realidade manchada de sangue e sofrimento. HP0Num filme bem direcionado aos fãs, é essencial ter um conhecimento prévio (até dos livros) para entende-lo. Não adianta querer ir no cinema sem saber quem é Harry Potter. Pois não há mais espaço para didatismo. Steve Kloves, ausente apenas do quinto, não perde tempo mostrando onde cada personagem está ou vai. O caos reina. Tudo que acontecer levará ao clímax que é simplesmente perfeito. Melhor que o do livro, aliás. Outro ponto para destacar é como Yates trabalha o lado político. Logo nas primeiras cenas vemos alunos em fileiras, sempre vigiados e punidos por monitores. Alusão bem clara a ditadura. Característica marcante nos filmes com o diretor que já mostrou a imprensa manipuladora e questões envolvendo a raça “pura”. Tudo envolvido numa trilha sonora do inspirado Alexandre Desplat que transmite em suas composições tristeza e esperança.  HP7Antes que termine, preciso separar um parágrafo para escrever sobre Severo Snape (Alan Rickman). Meu personagem preferido deste a Pedra Filosofal. Não fiquei desapontado por ter uma cena apenas na primeira parte, pois saberia de sua importância nesse segundo. Estava certo. Sem dúvidas o melhor do irretocável trabalho de Rickman no papel do bruxo mais complexo. Responsável pela sequência mais emocionante deixando toda a ação em segundo plano. A lágrima que caiu naquele instante, é a lágrima de uma despedida. Não só de Snape, mas de toda a história. HP2 Não vou me estender mais, pois tudo tem a hora de acabar. Esse texto, a saga Harry Potter e a vida. O essencial é ao chegar o fim, saber que tudo valeu a pena. E pegar o trem na estação 9 3/4 em 2001, valeu acreditar neste mundo imaginário de J. K. Rowling. Valeu acompanhar Harry, Hermione e Rony nesta jornada que aprendemos a crescer com nossas próprias cicatrizes. Trailer: Harry Potter and the Deathly Hallows: Part 2
Reino Unido/EUA , 2011 – 130 min.
Aventura / Fantasia Direção:
David Yates Roteiro:
Steve Kloves Elenco:
Daniel Radcliffe, Rupert Grint, Emma Watson, Ralph Fiennes, Michael Gambon, Alan Rickman, Matthew Lewis, Evanna Lynch, Helena Bonham Carter, Bonnie Wright, Maggie Smith, Jim Broadbent, David Thewlis, Julie Walters, Mark Williams, James Phelps, Oliver Phelps, Natalia Tena, Emma Thompson, Jason Isaacs, Helen McCrory, Tom Felton, Warwick Davis, Domhnall Gleeson, Clémence Poésy, John Hurt, Geraldine Somerville, Adrian Rawlins, Robbie Coltrane, Gary Oldman, Chris Rankin, David Bradley, Kelly Macdonald, Ciarán Hinds, Hebe Beardsall, Devon Murray, Jassie Cave, Afshan Azad, Anna Shaffer, Georgina Leonidas, Freddie Stroma, Alfie Enoch, Katie Leung, Scarlett Byrne, Miriam Margolyes, Gemma Jones Foda