BJ
Quinze anos sem os "garotos de New Jersey". Alguns relembraram, mas todos esperavam Bon Jovi no Brasil. A esperança dos cariocas, ou até mesmo dos fãs que moram nos estados próximos, tinha terminado quando somente o Morumbi havia sido confirmado na rota da turnê "The Circle”. Porém os fãs foram pegos de surpresa com a confirmação, faltando apenas dois meses antes da apresentação.
 
Dia 8 de outubro de 2010. Se pudesse ser medido o nível de ansiedade dos fãs mais fiéis do mundo, assim como se mede a pressão arterial, vários médicos ficariam aflitos. Enfim chega o final da tarde daquele outubro… a fila em questão de curtos minutos que mais pareciam se arrastar para quem desejava ver aqueles não mais tão "garotos de New Jersey", aumentava rapidamente e, mesmo assim, ainda tinha muita gente para chegar.

 
O público em geral estava até comportado durante o show de abertura do Fresno, mas torcendo para terminar rápido – o que de fato aconteceu. A atitude mais clara da ansiedade do público foi os quinze minutos de fama do cara que cuidava da iluminação do show, pois estava pendurado a vários metros de altura para quem alguns fãs acenavam. Quando as luzes se apagam o telão principal anuncia através de 4 silhuetas envoltos a um círculo: são eles, finalmente!
 
  
Pena não ser um começo apoteótico (com o perdão do trocadilho), "Lost Highway" pareceu empolgar mais pela longa espera do que qualquer outro motivo. Logo depois, o clima estabilizou "We weren’t Born to Follow", porém dois clássicos iriam fazer o público dar o ar de sua graça. A empolgação com "You Give Love a Bad Name" e "Born to Be my Baby". Depois disso, Jon Bon Jovi fez que atendeu ao pedido de alguns fãs e a banda tocou "Superman Tonight". Até então parecia não haver surpresas além do "inusitado" começo com a manjada abertura.
 
Contudo uma surpresa mais que inesperada foi anunciada por Jon – eles iriam tocar uma música do "Box Set" (100,000,000 fans can’t be wrong) e orgulhosamente, confesso, acertei: era "Radio Saved My Life Tonight" que o pessoal não estava lá muito íntimo de tal canção. E para voltar a animação desmedida temos "Just Older" e o primeiro sucesso que pelo tempo que tem, mostra mesmo que eles já não são mais tão garotos em "Runaway". Apesar da euforia total com duas grandes músicas, o ponto alto do público como um todo foi "It’s My Life". Goste ou não, vamos admitir que havia tanto fãs quanto admiradores da banda por lá e até fãs mais recentes conheceram a bandas através dessa música, com isso, inevitavelmente a Apoteose foi abaixo.
 
Para quem acompanha os shows da banda sabe que "Bad Medicine" tem sido "emendada" com um cover e dessa vez foi com "Roadhouse Road" do "The Doors" que introduziu outro integrante ao palco, o guitarrista Bob Bandiera. Com isso Jon vai dar uma pausa no "backstage" e Richie Sambora dá prosseguimento ao show com "Homebound Train" quando muito pensavam que seria "Lay your Hands On Me" o que ficou muito mais coerente e melhor mesmo, pois essa música combina totalmente com a voz de Richie.
 
No meio da execução de "Homenbound Train", a galera estava tão animada que arriscou alguns "uh-uhs" que são feitos na versão original da música. Depois da apresentação do Richie, todos gritavam seu nome, merecidamente. Jon retorna ao palco e rasga o setlist depois faz um "Merchant" do mais novo "Greatest Hits" com uma das músicas inéditas, "What Do you Got?" e parece que agradou. Outro ponto alto da apresentação foi “Always”, outra saída de uma coletânea.
 
Respeitando a atitude de ter rasgado o setlist, Jon pede sugestão ao público e manda duas do "The Circle": "Happy Now" e "Thorn In My Side" – parece que o público realmente se agradou do mais novo álbum de inéditas da banda. Quando o público fazia a festa com a última da série "músicas-inéditas-tiradas-de-um-greatest-hits", "Someday I’ll Be Saturday Night", me vem a típica música em que você para pra tomar uma água, tirar umas fotos… "Who Says You Can’t Go Home".
 
"Love’s The Only Rule" foi introduzida por uma mensagem de Jon Bon Jovi que se resume no título da própria música, deixando o público muito animado. Tenho que destacar a performance de Jon e Tico estavam sensacionais, principalmente nessa música. E para completar, "Keep the Faith" veio seguida de um solo inspiradíssimo de Richie Sambora, além dos famosos chocalhos de Jon e sua tradicional dancinha pra lá de esquisita.
 
  
Em um grande show que se preze tem que ter bis! Infelizmente os indivíduos que foram à Apoteose não puderam apreciar um "encore" que os caras geralmente fazem. Este foi composto por três músicas: "Wanted Dead or Alive" (com direito a gafe do Jon facilmente perdoável, na introdução ), "Livin’ on a Prayer" (música absolutamente indispensável) e "These Days" para fechar com chave de ouro, digo isso pela belíssima música que é, além da sensacional performance vocal de Jon Bon Jovi que atualmente tem uma certa dificuldade ao cantar essa música. Contudo, os fãs queriam mais e não tiveram. Cantaram "I’ll be There for you" que acabou não surtindo efeito, fazendo-os voltar a realidade e chegar à conclusão de que o sonho acabou.
 
Setlist:
1. Lost Highway
2. We Weren’t Born to Follow
3. You Give Love a Bad Name
4. Born to be my Baby
5. Superman Tonight
6. The Radio Saved my Life Tonight
7. Just Older
8. Runaway
9. It’s my Life
10. Bad Medicine ~ Roadhouse Road
11. Homebound Train (Richie Vocals)
12. What Do You Got?
13. Always
14. Happy Now
15. Thorn In My Side
16. Someday I’ll be Saturday Night
17. Who Says You Can’t Go Home
18. Loves The Only Rule
19. Keep The Faith
Encore:

20. Wanted Dead or Alive
21. Livin’ on a Prayer
22. These Days