Origem4Apontado como o melhor filme do ano, A Origem merece todos os elogios recebidos deste a sua estreia. O evidente sucesso tem o seu responsável, o genial diretor e roteirista Christopher Nolan (Batman – O Cavaleiro das Trevas). O tema  dos sonhos pode não ser mais nenhuma novidade no cinema, mas Nolan consegue juntar vários gêneros para transformar em algo novo, algo dele. Uma história direto do seu subconsciente. Não pretendo contar muito sobre o filme, assistir com poucas informações é uma experiência única. Mas isso não me impede de ajudá-lo a entender o mundo de Nolan.

Nesse ambiente surreal somos apresentados a Cobb (Leonardo DiCaprio repetindo a ótima atuação de Ilha do Medo) é um especialista em extração de segredos através dos sonhos. Quando a pessoa se torna mais vulnerável ao roubo. No primeiro ato, conhecemos a sua ousadia de invadir o subconsciente do alvo usando uma nova técnica. Um sonho dentro de outro sonho. Nesse momento, podemos notar que o sonho é dividido em níveis. Quanto mais profundo, mais perigosa se torna a missão. Uma informação essencial para desvendar a origem da trama.

 
Mesmo fracassando no serviço, Cobb recebe uma proposta de seu último alvo, Saito (Ken Watanabe), para fazer o contrário. Em vez de extrair, fazer uma inserção. Plantar uma ideia no filho (Cillian Murphy) de seu maior concorrente, condicionando o mesmo a dividir o império de seu pai. Em troca, Cobb poderá voltar para seus filhos, o que não acontece deste a acusação de ter matado sua esposa (Marion Cotillard). Algo nada fácil, mas com a melhor equipe tudo é possível.
 
Origem3
Um dos integrantes, Arthur (Joseph Gordon-Levitt do recomendado 500 Dias com Ela), é contra a proposta. Nada que impeça Cobb de reunir os melhores para o serviço como o falsificador Eames (Tom Hardy) e o químico Yusuf (Rao). Além da novata Ariadne (Ellen Page) que aceita o trabalho de arquiteta, responsável por construir todo o cenário dos sonhos, tornando o ambiente mais realista possível. Um artifício para o alvo não perceber que está em um sonho e suas projeções não impeçam o roubo. As projeções, como explicado no filme, são iguais glóbulos brancos do sangue humano. Quando percebem uma ameaça farão de tudo para eliminá-la. E olha que é melhor evitá-los do que combatê-los.
 
Agora a parte mais complicada do plano. Para plantar a ideia, precisam ir ao mais fundo possível do subconsciente do alvo, com isso atravessando três níveis dos sonhos. Se achou complicado o começo, agora temos um sonho dentro de um sonho dentro de outro sonho. Cada etapa com seu sonhador. Tudo muito bem construído. Cada personagem com sua devida importância. Com tempos diferentes. Num só objetivo. Esperando o “chute”, um momento de impacto na realidade que faça eles acordarem. Pois como estão sedados, a morte não vale mais como saída, mas como uma maldição.
 
INCEPTION
No desenrolar da trama que A Origem se destaca. Na maneira de como o brilhante roteiro é contado sem deixar tudo muito confuso ao mesmo tempo que não duvida da inteligência de seu público. Ainda sobra um ótimo espaço para discussões. Para diversos pensamentos sobre a história, principalmente de seu enigmático final. Contudo, Nolan não faria esse excelente trabalho sozinho. Temos junto com a impactante trilha sonora de Hans Zimmer uma verdadeira aula de edição com o montador Lee Smith que consegue prender o público durante todo o clímax. Um clímax de tirar o fôlego de qualquer um.
 
Origem2
No começo escrevi que A Origem é apontado como o melhor filme de 2010 e posso afirmar que está entre os melhores. Com certeza garantirá algumas indicações no próximo Oscar. Pois no meu sonho, Christopher Nolan ganhará todos os prêmios que for indicado. Sem nenhum chute para me acordar. Enquanto isso não acontece, o peão continua a girar.
 
Trailer:

Inception
EUA / Reino Unido , 2010 – 148 minutos
Ficção científica / Suspense Direção:
Christopher Nolan Roteiro:
Christopher Nolan Elenco:
Leonardo DiCaprio, Ellen Page, Joseph Gordon-Levitt, Marion Cotillard, Ken Watanabe, Tom Hardy, Cillian Murphy, Tom Berenger, Dileep Rao, Michael Caine, Lukas Haas, Pete Postlethwaite Foda photo Foda.png