ps2 Chegando o Natal. Dia de muita paz, felicidade e… presentes. Nessas datas que as vendas dos principais consoles aumentam. Lembro como se fosse ontem, a emoção ao jogar Super Mario Bros. 3 no antigo Nintendinho. A evolução veio e migrei para o Super Nintendo. Porém, a empresa parou no tempo e não acompanhou o mercado, vendo a concorrente Sony se tornar líder em vendas com seu PlayStation. Foi amor a primeira vista. Nunca mais o abandonei. A seguinte lista irá mostrar os principais jogos que eram obrigatórios em meu PS 2. Os mais populares.  Jogos que me fizeram enfrentar desafios, desenvolver minha paciência, melhorar meu raciocínio, viver aventuras que no mundo real seria impossível de acontecer. Espero que gostem desta pequena lembrança nostálgica. 10. Mortal Kombat: Armageddon Mortal Não sou fã de jogos de luta, mas Mortal Kombat: Armageddon (Midway Games) era indispensável na minha coleção. Sempre gostei dos personagens, dos cenários bem elaborados, da criatividade nas lutas, ou seja, diversão garantida entre os amigos. Com muita pancadaria. 9. Resident Evil 4 Resident Os filmes são discutíveis, mas o jogo é excelente. Resident Evil 4 (Capcom) chegou para mostrar que o gênero survival horror pode ser cheio de ação. Passei muito susto e sufoco nas diversas fases do game. Um ótimo exercício de raciocínio, pois cada cenário havia uma maneira diferente de enfrentar os zumbis. Simplesmente genial e angustiante. 8. Guitar Hero – A Série Guitar Impossível escolher apenas um. Cada jogo tem sua qualidade, parcela de músicas boas e ruins. Reconheço a superioridade do Rock Band, mas Guitar Hero (Harmonix Music Systems) foi quem popularizou o gênero musical. Todo jogador agora pode ser um ídolo do rock n’ roll. 7. Devil May Cry 3 Devil Totalmente insano. Essa é a sensação ao jogar Devil May Cry 3 (Capcom). As coreografias das lutas é algo de se aplaudir de pé. Muito foda. Além dos vilões serem os mais difíceis possíveis. Meu sonho é que um dia seja adaptado para o cinema. Minha preferência para diretor  é sem dúvidas Timur Bekmambetov. Para manter a essência lunática do game e torná-lo uma poderosa franquia também no cinema. 6. Black Black Até Black (Criterion Games) surgir, meu interesse por jogos de primeira pessoa eram mínimo. Principalmente de guerras. Depois de descarregar milhares de munições contra inimigos, mudou tudo. A realidade da ação era algo nunca visto ainda nos games. Atualmente temos a ótima série Call Of Duty, representando com honra o legado que Black deixou. 5. Shadow Of The Colossus Shadow Uma verdadeira obra de arte em pixels. Trilha sonora belíssima, cenários espetaculares e uma jornada épica inesquecível. Quando ia jogar Shadow Of The Colossus (Team Ico), o volume da TV era no máximo para aumentar a adrenalina das grandiosas batalhas contra os Colossus. Cada inimigo compõe suas próprias características e pontos fracos. E você terá que vencer todos para salvar a vida de sua amada. 4. Grand Theft Auto: San Andreas GTA O GTA 3 nos mostrou toda a diversão de um mundo aberto dentro de um jogo. As mil possibilidades que podemos fazer nesse cenário, brincando sem se preocupar em zerar a história linear. E a sua versão denominada San Andreas (Rockstar Games) acabou virando uma febre entre os gamers. Passava horas andando pela cidade, roubando carros, matando as pessoas, fugindo da polícia, percebendo que já havia passado horas no jogo. Viciante ao extremo. 3. Metal Gear Solid: Snake Eater Snake Deste o jogo do primeiro PlayStation, fiquei impressionado com esta série. Um enredo que põe muitos filmes de espionagem na mochila. Ação frenética, chefões exóticos e muita liberdade para interagir com o ambiente. Tudo pode ser usado ao seu favor ou contra. Os detalhes são impressionantes e a inteligência artificial muito elaborada. Mostrando todo o cuidado e amor que a equipe tem pelo jogo. E no PS2, MGS: Snake Eater (Konami) levou a série para um novo patamar que só seria superada no PlayStation 3. Uma obra prima de Hideo Kojima. 2. Pro Evolution Soccer – A Série PES Um pouco de polêmica, mas não adianta. Pro Evolution Soccer (Konami) é o que mais joguei no PS2. Desafiando amigos, meu irmão, o computador, mas sempre presente dentro do meu console. Pode não ser um dos melhores dessa lista, mas é um dos meus favoritos. Até o FIFA igualar e ultrapassar no PS3.  1. God Of War 2 God Aposto meu memory card que quando começou a ler essa lista estava esperando por ele. Kratos é foda e God Of War (SCE Studios Santa Monica) é intocável. O primeiro já impressionava por seus gráficos, remetendo a grandes épicos mitológicos do cinema. Na verdade, GoW é como se fosse um filme jogável, um mito ganhando vida. No segundo jogo é quando podemos conferir todo o seu potencial para o console. Simplesmente fantástico. Enfrentar Zeus no Monte Olimpo não tem preço e, se tiver, vale cada moeda espartana. Honra ao Mérito – Burnout – A Série Burnout Nem Gran Turismo, nem Need For Speed. Se havia um jogo de corrida na minha estante, era Burnout. Entretenimento garantido. Só escolher seu carro e sair em alta velocidade destruindo todos os seus adversários em batidas espetaculares, com direito a muito Bullet Time. E você? Qual sua lista de favoritos do PS 2? Para encerrar, um vídeo de minha autoria, com os últimos jogos de destaque do PlayStation 3: