00 Antes de mais nada,  quero começar essa resenha mostrando minha opinião sobre o que é música. Essa arte poderia ser explicada em termos teóricos com suas escalas e nomenclaturas. Então, para começar, qual a definição de arte? Penso que quando um artista expõe sua emoções e pensamentos na sua mais pura forma artística, o resultado deve ser valorizado. Deve ser elogiado. Deve ser gritado para todos. O produto final é uma extensão de seu autor. Uma parte de sua personalidade. Então na música, uma área muito aproveitada por empresários para lucrar rios de dinheiro com seus artistas fabricados (as terríveis modinhas), verdadeiros trabalhos não são divulgados com a mesma força. Um pré-conceito, pois o que é bom também faz dinheiro. Tomara que o primeiro álbum solo de Brandon Flowers não siga esse destino dos esquecidos. Esse merece ter o maior sucesso possível. Pois o alternativo também pode ser pop. Como já podemos perceber pela capa, Flamingo é reflexivo. Charmoso. Detalhado. Solitário. Num trabalho solo, o artista pode experimentar, pode ousar. E cada música que ouvimos, cada palavra cantada, nos levam para um mundo onde podemos refletir tudo que acontece em nossas vidas. Sendo o primeiro lugar que somos levados é a fabulosa cidade de Las Vegas. “Welcome to Fabulous Las Vegas” será a música que você ficará cantarolando durante o mês inteiro. Já mostrando que o vocalista está em dia com sua voz. Pode apostar. “Only the Young”, “Hard Enough” e “Crossfire” são três canções belíssimas. Um trio que nunca cansarei de ouvir. A Santíssima Trindade de Flowers. 11 O álbum é cheio de pontos fortes, cada música renderia uma resenha própria de elogios. Muitas características do The Killers podem ser ouvidas como a grande presença do teclado e backing vocais de efeito. Mesmo assim, Brandon subiu um degrau a mais como artista. A prova disso é a peculiar “Playing With Fire”. Agora, para quem curte algo mais agitado, lembrando o Brandon Flowers do The Killers, “Was It Something I Said?” e “Jilted Lovers & Broken Hearts” são uma ótima pedida. A primeira parece aquelas músicas gostosas que a gente ouvia no final dos filmes da Sessão da Tarde. Uma verdadeira comédia romântica. Com o final triste. Finalizando as músicas que queria destacar para crescer uma curiosidade em você, “On the Floor” é simplesmente um folk de respeito. Com certeza a composição mais íntima de Flamingo. No final das contas, temos uma obra de arte. Agora só falta valoriza-la. Pois a música já agradeceu. Tracklist: 1. Welcome to Fabulous Las Vegas
2. Only the Young
3. Hard Enough
4. Jilted Lovers & Broken Hearts
5. Playing With Fire
6. Was It Something I Said?
7. Magdalena
8. Crossfire
9. On the Floor
10. Swallow It

Otimo photo Otimo.png