Nessa série, em vez de filmes, estarei recomendando CDs. Então para começar vai uma leva boa de recentes trabalhos:

Depois de 8 anos sem um trabalho inédito, a banda australiana do AC/DC retorna com seu 15º álbum: Black Ice.
O novo álbum tem uma sonoridade dos anos 70 com riffs marcantes e um som pesado, a voz de Brian Johnson nos contangia do começo ao fim das 15 trilhas muito bem elaboradas e inspiradas.

A banda prova com esta obra prima do rock que as bandas não precisam se vender para continuarem a fazer sucesso. Quem realmente sabe o que faz, nunca sairá de cena. Ou da cabeça dos fãs.

Nota: Foda

Banda de power metal que sempre flertou com o hard rock,  Edguy parece que nesse novo trabalho resolveram arriscar em Tinnitus Sanctus.

A primeira música do disco "Ministry Of Saints" é um ótimo cartão de visitas para o que nos espera. Vocal forte e marcante, guitarras em ótima sintonia e riffs que nos fazem querer tocar junto.
Um cd indispensável para fãs do estilo.

Nota: Ótimo Ainda estou tentando encontrar um adjetivo para explicar o que é o novo álbum da norte-americana banda The Killers.

Day & Age é uma experiência única. É voltar a infância, redescobrir velhos sentimentos, ver a vida com novos olhos, é não ter preconceitos e desenvolver novos conceitos sobre o que é música.
Com certeza temos aqui o melhor trabalho da banda, que sempre consegue surpreender em cada álbum lançado, em cada sucesso nas rádios.
 

Brandon Flowers está melhor do que nunca e talvez o que Bono queria fazer com o No Line On The Horizon, The Killers dá uma lição de como inovar.

Nota: Ótimo Pop, Hard, Hair, Heavy, qual vertente do rock essa banda realmente é? Country? Não. Bon Jovi é apenas Bon Jovi.

Richie e Jon tem na bagagem hits que entraram para história da indústria fonográfica e que ainda continuam fazendo sucesso depois de 25 anos de carreira.
Lost Highway é aquele álbum desprentesioso, sincero e auto-biográfico. Aqui temos histórias de alguns integrantes da banda, músicas de arena, baladas e muita emoção.
Se para alguns fãs Bon Jovi morreu nos anos 90, a banda prova que ainda continua na estrada nos dando carona em mais uma estrada perdida, para mais um lugar certo.

Nota: Ótimo