Mas uma leva de filmes que já estão nas locadoras e vale a pena alugar. Ou não.

 

Luz, camera e ação. Muita ação mesmo.

 

Trovão Tropical pode ser considerado uma paródia dos filmes de guerra, porém dá show em muitos do gênero quando o assunto é tiros e explosões.

 

Ben Stiller dirige e atua em uma de suas melhores comédias de sua carreira. Criticando tudo que Hollywood tem de pior, o filme nos mostra três atores: um decadente de filmes de ação (Stiller), um de comédia pastelão (Jack Black) e um super badalado ganhador de 5 oscars (Robert Downey Jr.) comandados por um diretor inexperiente para fazer um dos melhores filmes de guerras de todos os tempos. Como as gravações estão atrasadas e o estúdio não quer mais gastar dinheiro com a produção, tenta-se uma última cartada para salvar o mega sucesso.

 

E nesse enredo o filme se destaca como a melhor comédia de 2008. Robert Downey Jr. vale o dinheiro da locação.

 


Busca Implacável pode ser considerado a grande surpresa do ano passado.

 

Sucesso de bilheterias, o filme resgata o que ficou perdido nos anos 80. Um cara, dezenas de bandidos e um objetivo. E quem estiver no seu caminho não viverá para contar história.

 

Porém, como a maioria dos filmes modernos de ação estão sendo influenciados pelo estilo Bourne (pouco tiro e mais pancadaria), não foi diferente com Liam Nesson.

 

Mas isso só tem a acrescentar e deixar o que já era bom muito melhor. Então temos 93 minutos de puro entretenimento e para quem for fã do estilo não conseguirá piscar o olho até o final.
E fará você pensar duas vezes antes de paquerar uma filha de um ex-agente do governo.

 


Você acredita em coincidências ?
Você acredita no destino?

 

Um suspense que do começo ao seu final te deixará se perguntando o que diabos está acontecendo.

 

10 pessoas ficam presas num motel por causa de uma forte chuva. O lugar é gerenciado por um tipo muito estranho. Cada uma tem uma história diferente para contar, porém todos são ligados por um mesmo segredo. E ele começa a ser desvendado quando elas são assassinadas uma por uma.

 

Este é um suspense psicológico que não se vê mais nos dias de hoje. Com um desfecho surpreedende, o filme é ótimo para assistir com os amigos (no minimo umas três vezes) e discutir bastante sua história.

 

Com o brilhante John Cusack, Identidade não pode faltar na sala de sua casa.

 


Darren Aronofsky já provou ser um dos melhores diretores da atualidade com seus filmes Pi e Réquiem Para um Sonho.

 

O cara pode ser considerado um poeta do cinema moderno com sua sutileza em passar na tela tudo o que a história de seus filmes pode nos mostrar.

 

E com a Fonte da Vida ele confirma isso e realiza mais uma obra prima para o cinema.

 

Hugh Jackman é um cavaleiro, um cientista, um imortal. Rachel Weisz é sua rainha, esposa, fonte de sua vida. Dividido em três belíssimas histórias, o diretor retrata a nossa única certeza de nossas vidas: a morte.

 

Enquanto alguns passam a vida não aceitando este momento, outros só querem passar o restante dela do lado do seu grande amor.

 

Poético e verdadeiro.