Se você é daqueles que não vive sem um filme durante o fim de semana, o cinema é a sua meca e deve visitá-la muitas vezes ao ano, fica nostálgico quando lembra de filmes antigos, ou seja, se você é um cinéfilo, não deve perder a mais linda e emocionante homenagem a sétima arte já feita: Rebobine, por favor.

 

Com certeza esse filme já está entre os melhores na minha lista de inesquecíveis como outro filme do diretor Michel Gondry: Um Brilho Eterno de Uma Mente Sem Lembranças. E mais uma vez prova sua criatividade na hora de sentar e começar a escrever um roteiro. E mostra todo o amor e respeito que tem pela sua profissão, fazendo um dos mais belos filmes de sua promissor carreira.

 

Vendo Jack Black no elenco, pode se pensar que é mais um filme de comédia voltado apenas ao seu entretenimento. Mas quem for com essa intenção pode tirar seu cavalinho da chuva, no mais de 90 minutos, vemos uma história onde o humor está nas nossas lembranças e a razão do nosso sorriso vem do êxtase de poder voltar ao passado e relembrar filmes que marcaram nossa vida. Posso estar repetindo muito o pronome “nosso”, porém não posso excluir o que todos os apaixonados por cinema irão sentir quando assisti-lo. E ainda cada um terá uma experiencia própria ao presenciar algumas cenas.

 

 

O enredo nos mostra um dono de uma locadora (Danny Clover) que para salvar seu prédio de ser demolido pela modernidade vá em busca de novas soluções e deixa seu ajudande Mike (Mos Def) tomando conta. Mas ninguém contava que seu amigo Jerry (Jack Black), depois de se envolver em um acidente, fica magnetizado e apaga todas as fitas da locadora. Para salvar o negócio, os dois decidem “suecar” (criar sem muitos recursos) os filmes apagados. E isso acaba virando a sensação do bairro.

 

E nesse ponto é que Gondry vai homenageando o cinema e o VHS refazendo cenas que marcaram a telona. Temos “Os Caças-Fantasmas” (uma das melhores suecagens), “Robocop”,Rei Leão”, “2001: Uma Ódisséia no Espaço”, entre muitos outros. Jack e Mos nos devolvem a magia do cinema. A magia dos anos 80, onde filmes ainda não eram invadidos por efeitos especiais e tecnologia 3D.

 

Assista, apaixona-se, depois chame alguns amigos e comece a suecar sua vida.

 

04-otimo

 

Trailer: